Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil

imigração chinesa no brasil

Esta semana é marcada pelo Dia da Imigração Chinesa no Brasil, conheça como foi o início dessa história

O dia 15 de agosto foi a data instituída pelo projeto de lei nº 42/2018 para celebrar o Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil. Escolhido por conta da primeira entrada oficial de chineses em São Paulo, no ano de 1900, por meio da embarcação à Vapor Malange. Este primeiro grupo de chineses veio de Macau ao Rio de Janeiro por conta de D. João VI, que incentivava o cultivo de chá no Brasil. Era sonho do então príncipe-regente repetir na colônia o comércio de chás entre a China e a Europa. As primeiras lavouras começaram no Jardim Botânico da capital fluminense, mas o experimento fracassou. A plantação de chás só foi ser retomada anos depois, em São Paulo.

O fluxo de imigrantes China-Brasil, ganhou força somente a partir da década de 1950 por causa dos conflitos que aconteciam na China na época. O movimento se intensificou com a abertura do país asiático ao ocidente na década de 1980, possibilitando a vinda de empreendedores chineses para o Brasil. As relações entre os dois países se estreitaram desde então.

Segundo o Ibrachina, Instituto que promove o intercâmbio sociocultural entre os dois países, estima-se que no Brasil vivam aproximadamente, 300 mil chineses. Segundo a Polícia Federal, os chineses representam cerca de 5% do número de imigrantes registrados no país.

A relação do Lig-Lig com a China

Em 1992, Thomas Liu, Filho de chineses e apaixonado pela culinária chinesa, recebeu e aceitou, a proposta de se tornar sócio-fundador de um negócio que já era sucesso na América: o delivery de comida chinesa. O sucesso fazendo comida de qualidade no Brasil com inspiração chinesa foi tanto que, em apenas dois anos, a rede já contava com 10 lojas em plena operação. Com o crescimento natural da rede, Thomas, que também é chef de cozinha do Lig-Lig, assumiu a direção do negócio e comprou a parte dos sócios.